CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Filme do Dia: Wakefield Express (1952), Lindsay Anderson





Wakefield Express (Reino Unido, 1952). Direção: Lindsay Anderson. Fotografia: Walter Lassaly.

O tom amistoso e mesmo ocasionalmente paternalista com que esse curta descreve as atividades de um jornal provinciano chega quase às raias da ironia, no modo como procura apresentar, através do cinema, objetos potenciais das páginas do jornal – de um grupo de meninas cantoras que se apresenta para seus parentes ao time de rúgbi, a mais velha senhora do local. Talvez o que exista de mais interessante seja a forma dinâmica com que o curta é construído, algo incomum para o padrão associado ao Free Cinema. Aqui se passeia dos potenciais temas do jornal a um retorno ao passado de Wakefield através justamente de ilustrações de jornais centenários e depois se acompanha todo o processo de elaboração  de um jornal. E, quando se encontra pronto para ir a prensa e se tornar o produto final que chegará às mãos do leitor, o filme reapresenta diversas das cenas anteriormente vistas, buscando selar mais uma vez uma identidade entre os motivos apresentados pelo filme e os do jornal. Destaque para o momento em que Anderson apresenta a intimidade dos jogadores de rúgbi no banho, tão ou mais ousada do que os cartazes de nus femininos presentes no posterior Tempo Bom (1957), de Claude Goretta & Alain Tanner. Wakefield Express Pictures. 30 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário